quinta-feira, 28 de abril de 2016

Estudante do 4º período de Direito a modelo Ana Paula Karpinski fala da sua dificuldade no começo da carreira

A modelo Ana Paula Karpinski  exibe charme e sensualidade ( Foto: Divulgação/Renata Caroline)
Do Portal BNC, Por Aluysio Morais
Quinta-feira, 28 de abril de 2016 (19:59:06)

A modelo Ana Paula Karpinski, estudante do 4º período de Direito, 24 anos de idade, 52kg e 1,70m de altura entrou no mundo da moda aos 14 anos, quando percebeu que levaria jeito para tal segmento.


Natural de Capinzal (SC) cidade que fica a pouco mais de 400km da capital Florianópolis e residente em Curitiba (PR), a modelo está no mundo fashion há 10 anos e sempre bem humorada ela nos recebeu dignamente. Quando perguntada se já tinha recebido proposta indecente de trabalho a modelo falou: Claro que sim, afinal o que mais existe neste meio são pessoas mal intencionadas, desde agências que cobram agenciamentos que na verdade são máfias para ganhar dinheiro à propostas indecentes”, e concluiu “Acredito que, ao lidarmos com imagem tudo é possível, somos nós modelos à mercadoria que o cliente compra para usar determinada imagem, vídeos, fotos, etc. e é preciso aprender a lidar com isso de forma coerente e profissional”.

Veja na íntegra a entrevista completa com a beldade...

B N C – Qual sua principal dificuldade no início da carreira de modelo?
Ana Paula Karpinski – A minha principal dificuldade sempre foi a de alguma colocação séria nesse mercado, que é muito competitivo e tem as suas preferidas.
Também existem muitas agências com pessoas mal intencionadas, e que acabam por destruir muitos de nossos sonhos, principalmente quando estamos começando.

B N C – Ser modelo sempre foi seu sonho?
Ana Paula Karpinski – Na verdade eu sempre gostei muito de fotografia, e entrei nesse mercado da moda por que é uma área que me atrai. Sinto-me feliz a cada foto nova, a cada job novo gosto de viver os personagens de cada sessão fotográfica.

B N C – Quantos anos você tinha quando pisou pela primeira vez numa passarela?
Ana Paula Karpinski – Eu tinha 14 anos, foi em um concurso Garota Verão em Santa Catarina meu estado natal.
Foto: Renata Caroline

B N C – Quando você percebeu que levaria jeito para o mundo da moda?
Ana Paula Karpinski – Quando percebi que ficaria muito bem nas fotos [risos], (sempre achamos que ficamos bem não é mesmo?). A cada novo trabalho percebia minhas mudanças, tanto em postura como em profissionalismo.

B N C – Você se espelhou em alguém no início da carreira?
Ana Paula Karpinski – Sempre admirei modelos como Alessandra Ambrosio... Embora eu não tenha a altura para as passarelas, sou apaixonada por esse meio.

B N C – Qual lado bom no mundo da moda?
Ana Paula Karpinski – O bom é que sempre estamos conhecendo novas pessoas, e nesse meio aprendemos a lidar, com as diferentes personalidades.

B N C – E o ruim?
Ana Paula Karpinski – O ruim que este mundo é difícil e é para quem enfrenta qualquer mau tempo, para quem tem disposição e força de vontade, afinal o glamour dos desfiles e eventos é cansativo e exige horas em pé, às vezes em saltos apertados que rendem muitas bolhas e vestidos que nos tiram a respiração.

B N C – Você já recebeu propostas mal intencionadas de trabalho?
Ana Paula Karpinski – Claro que sim, afinal o que mais existe neste meio são pessoas mal intencionadas, desde agências que cobram agenciamentos que na verdade são máfias para ganhar dinheiro à propostas indecentes.

B N C – Como você vê esse tipo de assédio no mundo da moda?
Ana Paula Karpinski – Acredito que, ao lidarmos com imagem tudo é possível, somos nós modelos à mercadoria que o cliente compra para usar determinada imagem, vídeos, fotos, etc. e é preciso aprender a lidar com isso de forma coerente e profissional.

B N C – Quem é Ana Paula Karpinski modelo e Ana Paula Karpinski pessoa?
Ana Paula Karpinski – Modelo – Sou determinada que cumpre horários e que gosta de oferecer o melhor sempre.

Pessoa – Não sou muito diferente, mas busco ser sempre autentica em tudo o que faço, sei reconhecer os meus limites e tento ser uma pessoa de consciência limpa.

B N C – Qual a parte do seu corpo que você mais gosta?
Ana Paula Karpinski – Gosto muito dos meus cabelos.

B N C – Se tivesse que mudar algo em seu corpo, o que você mudaria?
Ana Paula Karpinski – Não mudaria nada, por que aprendi a me amar e aceitar-me tal como sou.

B N C – Você já pagou algum mico no mundo da moda?
Ana Paula Karpinski – Já sim [risos], fiz alguns testes muito ruins.

B N C – Alguém já tentou puxar seu tapete para se beneficiar de algo no mundo da moda?
Ana Paula Karpinski – Sim, sempre há nesse meio alguém que tenta puxar o nosso tapete, mas o sol nasceu para todos.

B N C – Como você definiria esse tipo de pessoa?
Ana Paula Karpinski – Definiria como alguém infeliz, afinal pessoas felizes não precisam se preocupar com o sol que brilha para outrem.

B N C – Qual seu maior sonho?
Ana Paula Karpinski – Ser feliz, afinal mesmo que felicidade não seja desse mundo, persegui-la é a lei.
B N C – Mas você não é feliz?
Ana Paula KarpinskiSou sim, mas sempre queremos ser mais felizes...

B N C – O que você diria às modelos que estão começando?
Ana Paula Karpinski – Que devem ter muita força de vontade, e não se render jamais aos nãos, até porque é o que mais recebemos. Somos muitas vezes humilhadas e postas a prova, por pessoas que nos dizem que não temos as características do mercado, mas beleza é algo subjetivo e cada uma de vocês tem a sua, não desistam sem tentar.

B N C – Com relação ao amor, como está seu coração?
Ana Paula Karpinski – Eu tenho um relacionamento há dois anos já e sou muito feliz em meu relacionamento.

B N C – Um jogo rápido para finalizar: Uma viagem inesquecível;
Ana Paula Karpinski –  Machu Picchu- Perú.

B N C – Um momento;
Ana Paula Karpinski – O Hoje.

B N C – Uma virtude;
Ana Paula Karpinski – Honestidade.

B N C – Um defeito;
Ana Paula Karpinski – Ingratidão.

B N C – Um ídolo;
Ana Paula Karpinski – Minha mãe.

B N C – O que não pode faltar em sua bolsa;
Ana Paula Karpinski – Escova de cabelo.

B N C – Um filme;
Ana Paula Karpinski –  O conde de monte cristo.

B N C – Um livro;
Ana Paula Karpinski – Inverno na manhã – Janina Bauman.

B N C – Uma frase:

Ana Paula Karpinski – “Todos sabemos que cada dia que nasce é o primeiro para uns e será o último para outros e que, para a maioria, é só um dia a mais”. (José Saramago).

Ana Paula Karpinski  exibe charme e sensualidade ( Foto: Mirko Krzesinski)
Foto: Píndaro Cancian
Foto: Renata Caroline
Foto: Carlos Incote
A modelo Ana Paula Karpinski  exibe charme e sensualidade ( Foto: Mirko Krzesinski)
Ana Paula Karpinski  exibe charme e sensualidade ( Foto: Arquivo Pessoal)
Foto: Renata Caroline
Foto: Arquivo Pessoal
Ana Paula Karpinski  exibe charme e sensualidade ( Foto: Mirko Krzesinski)
Foto: Renata Caroline
Foto: Mirko Krzesinski
Foto: Mirko Krzesinski
Foto: Mirko Krzesinski
Desfile do estilista Edson Eddel (Foto: Divulgação)
Revista Javaneza

Nenhum comentário:

Postar um comentário