quarta-feira, 25 de maio de 2016

A modelo Viviane Alves, 3ª colocada no Miss Caruaru 2016, acha que poderia ter alcançado uma melhor colocação e explica...

Viviane Alves ficou em 3º lugar no concurso Miss Caruaru 2016 o que segundo a modelo o 1º lugar foi merecido (fotos: Divulgação)
Do Portal BNC, Por Aluysio Morais
Quarta-feira, 25 de maio de 2016 (20:00:01)

A modelo Viviane Alves, representante do Bairro Vassoural no Miss Caruaru 2016, é natural de Santa Cruz do Capibaribe (PE) e foi a 3ª colocada no concurso. Mesmo sendo seu primeiro concurso a beldade esperava ter alcançado uma melhor colocação no certame, mas devido alguns imprevistos em sua vida particular, ela só tem a agradecer a Deus e a todos que direta ou indiretamente contribuíram para que ela cegasse aonde chegou. “Só tenho a agradecer, muitas meninas queriam chegar aonde eu cheguei, essa foi minha primeira experiência, outros concursos estão por vir, e eu não costumo desistir de primeira”. Frisou.


Viviane Alves é uma pessoal extremamente sensível e de um carisma sem igual, além de sentimentos que alguns podem não perceber ou talvez simplesmente ignorá-los... Batalhadora ela não se dar por vencida e pretende correr atrás dos seus ideais, é assim que definimos essa linda modelo pernambucana. 

O Top 3 ficou da seguinte forma:

1º lugar: Miss Bairro Vila Kennedy (Eslovênia Marques)
2º lugar: Miss Bairro Maria Auxiliadora (Jafra Araújo)
3º lugar: Miss Bairro Vassoural (Viviane Alves)

Veja na íntegra a entrevista completa com a bela Viviane Alves.

B N C – Com quantos anos você começou no mundo da moda?
Viviane Alves – Comecei minha carreira aos 13 anos.

B N C – Ser modelo sempre fez parte dos seus sonhos?
Viviane Alves – Com certeza. Desde muito cedo me preparei para isso.

B N C – Qual sua principal dificuldade no início da carreira?
Viviane Alves – Foi sempre ser um pouco cheinha, isso dificultava para seguir a carreira de modelo e me tornar modelo de passarela. Algumas pessoas só me viam como modelo fotográfico.  
Foto: Arquivo Pessoal
B N C – Quando você percebeu que levaria jeito para o mundo da moda?
Viviane Alves – Sempre chamei atenção de todos por onde eu passava [risos], percebi que se eu emagrecesse, teria chances de crescer. Quando comecei a perder peso, todos me abordavam perguntando se eu era modelo, foi aí que comecei a me animar e me dedicar totalmente ao mundo fashion.

B N C – O que mais te chamou atenção que fez com que você escolhesse o mundo da moda?
Viviane Alves – Eu assistia muitos desfiles. Desde criança eu e minhas amigas sempre brincávamos de estar numa passarela ou de comerciais de TVs, sempre fui muito fã da modelo Candice Susan e isso não deixa também de ser um incentivo.

B N C – Quando você escolher o mundo da moda imaginaria que um dia poderia ser miss?
Viviane Alves – Sim, na verdade sempre foi motivo de atração poder representar não só a beleza de um lugar, mas também a cultura e as variedades que fazem diferença no nosso cotidiano.

B N C – Alguém já tentou puxar seu tapete para se beneficiar de algo nesse mundo fashion?
Viviane Alves – Sem dúvidas sim, várias vezes... Geralmente as pessoas sentem inveja quando vêm que você está feliz, querem te derrubar ou até mesmo apagar o seu brilho para que elas também possam aparecer. Certamente isso sempre irá acontecer todas às vezes que você estiver no topo. Cabe a nós sabermos lidar com pessoas desse tipo e só torcer pela felicidade de cada um para que possamos ser todos verdadeiros e vencedores.

B N C – Qual o lado bom do mundo fashion?
Viviane Alves – O lado bom é conhecer várias pessoas, fazendo muitas amizades e ganhando reconhecimento por trabalhos que gostamos de fazer. Saber que estamos ali com o propósito de passar a melhor imagem juntamente com a peça a ser usada.

B N C – E o ruim?
Viviane Alves – Certas pessoas confundem as coisas, associam nossa imagem à prostituição ou algo do tipo. Confundem carisma com liberdade. Carentes de entendimentos na verdade.
B N C – Você já recebeu propostas de trabalho mal intencionada no mundo da moda?
Viviane Alves – Geralmente isso acontece, mas como profissional não deixo ir muito longe, até por que tenho um compromisso e me ponho no meu lugar.

B N C – Como você vê hoje esse tipo de proposta no mundo da moda, uma vez que já não é mais novidade esse tipo de assédio?
Viviane Alves – Acho um absurdo, pois cada profissional deve entender que estamos ali a trabalho.

B N C – O que você tem a dizer com relação ao seu 3º lugar no Miss Caruaru?
Viviane Alves – Só tenho a agradecer, muitas meninas queriam chegar onde eu cheguei, essa foi minha primeira experiência, outros concursos estão por vir, e eu não costumo desistir de primeira.

B N C – Você acha que algo te atrapalhou nesse concurso?
Viviane Alves – Sim, na verdade o fato de minha família não poder está presente me atrapalhou bastante o que fez me sentir insegura. Portanto eu sei que todos estavam torcendo por mim, mas não se fizeram presentes por motivos superiores.

B N C – O que você pensa agora para o futuro?
Viviane Alves – Penso em glamour, ter uma profissão que me faça ser uma pessoa bem sucedida e que me favoreça na questão de poder ajudar outras pessoas.

B N C – Quem é Viviane Alves pessoa e Viviane Alves modelo?
Viviane Alves – Eu em pessoa sou bem sensível, gosto muito de animais e de está entre amigos... Coisas simples me atraem, gosto de me sentir a vontade e de pessoas sinceras, adoro ajudar o próximo e estou presa às minhas raízes. Sou encantada com minha própria história de vida e me sinto uma guerreira por estar onde eu estou e por ter conquistado o que já conquistei. Como modelo, sou exigente, pontual e organizada.

B N C – Se tivesse que mudar algo em seu corpo, o que você mudaria?
Viviane Alves – Colocaria silicone nos seios, acho que seios bonitos e redondos fazem uma boa diferença na nossa imagem!

B N C – Qual a parte do seu corpo que você mais gosta?
Viviane Alves – Gosto de tudo em mim, mais o que mais admiro são os meus olhos, que logo são percebidos aonde chego!
Foto: Arquivo Pessoal

B N C – Qual o motivo pelo qual você se candidatou para concorrer ao título de Miss Caruaru, uma vez que é natural de Santa Cruz do Capibaribe?
Viviane Alves – Como tenho familiares que moram naquela cidade, ter morado um bom tempo lá e simplesmente amar o lugar, seria uma honrar poder ter representado Caruaru no Miss Pernambuco.

B N C – Como você se sentiu sendo de uma cidade e concorrendo a coroa por outra cidade?
Viviane Alves – Na verdade não sou de outra cidade, somos uma só cultura (uma só raiz) e a cultura caruaruense está em meu sangue.

B N C – Qual seu maior sonho?
Viviane Alves – Tornar-me metade da mulher que minha mãe foi para mim.

B N C – Um jogo rápido para finalizar: Uma viagem inesquecível;
Viviane Alves – Carnaval em Olinda.

B N C – Um momento;
Viviane Alves – Agora, até porque o passado não podemos mudar e o futuro ainda vai acontecer.

B N C – Uma decepção;
Viviane Alves – O desprezo.

B N C – Um ídolo;
Viviane Alves – Minha mãe.

B N C – Uma virtude;
Viviane Alves – Trabalhadora.

B N C – Um defeito;
Viviane Alves – Teimosa.

B N C – O que não pode faltar em sua bolsa;
Viviane Alves – Dinheiro. [risos]

B N C – Um filme;
Viviane Alves – A prova de fogo.

B N C – Um livro;
Viviane Alves – A arte da prudência – Baltazar Gracian.

B N C – Uma frase:

Viviane Alves – “Trabalhe com o que gosta e nunca terá que trabalhar”.
 Uma verdadeira gata segundo outra (Foto:
Aqui a sena se repete e Viviane esbanja charme e sensualidade (foto: Silvestre)
 Foto: Arquivo Pessoal
 Foto: Gleyce Kelly
 Foto: Aldo Rocha
 Foto: Valmir Lira
 Foto: Arquivo Pessoal
  Foto: Arquivo Pessoal
 Foto: Valmir Lira
 Foto: Valmir Lira
Foto: Ana Raquel Barros

Nenhum comentário:

Postar um comentário