sexta-feira, 13 de maio de 2011

Leidyane Vasconcelo representará Pernambuco no Miss Brasil 2011


































































Leidyane Vasconcelos, essa linda pernambucana de Santa Cruz se diz honrada em poder representar seu Estado pela segunda vez. Sendo a primeira no Musa Brasil, concurso esse realizado em Salvador onde teve participação de 29 candidatas e que orgulhosamente Pernambuco levou o título com 80% dos votos. Com previsão para julho, o concurso de Miss Brasil que será realizado em São Paulo terá a participação de 27 candidatas, dentre elas a linda e charmosa Leidyane, com grandes chances de trazer mais um título para o Estado e coincidentemente tudo leva a crer que será dia 16, mesma data que Leidy foi coroada Miss Pernambuco. Já pensou se prevalecer o dia 16?

Antes do Miss Pernambuco estava morando em São Paulo e fez catálogos para os Shoppings, Top Center e Cidade Jardim, além de comercial para Poli Shopping e teve participações na novela de Silvio de Abreu Passione da Rede Globo. Logo após o Natal de 2010 retomou os trabalhos em Pernambuco. Fez reciclagem nos cursos de oratória no IAP em Recife. Antes de viajar para São Paulo estava fazendo faculdade na Fadire em Santa Cruz no curso de administração, além dos cursos pelo SEBRE, SENAI e oratória pela Fadire.

Os preparativos iniciais da modelo estão na parte de estética, rinoplastia e lipoescultura. Na parte cultural ela faz aulas de comunicação e etiqueta social com o professor Marcos Sales. Tudo isso significa que a Miss Pernambuco já é destaque no Miss Brasil 2011.

(Aluysio Morais entrevista a modelo e Miss Pernambuco 2011 Leidyane Vasconcelos)

Aluysio Morais – Com quantos anos você começou a modelar?

Leidyane Vasconcelos – 15 anos. Agora tenho 21 anos.

A.M – Você teve influência de alguma pessoa para seguir no mundo da moda?

L.V – De várias pessoas. Sem citar nomes porque foram de certa forma muitas.

A.M – Qual seu primeiro trabalho como modelo?

L.V – Por serem vários trabalhos não lembro a ordem, mas coloco em evidência Miss Surubim 2007 que foi o começo da trajetória até chegar à Miss Pernambuco 2011.

A.M – Como tudo aconteceu para que você se inscrevesse no concurso de Miss Pernambuco?

L.V – Foi através do convite de Edilson Santos, o organizador do Miss Santa Cruz que me fez o convite logo após a minha volta a Pernambuco.

A.M – O que se passou na sua cabeça na hora que foi anunciada sua vitória?

L.M – Surpresa! Apesar de estar preparada, eu tenho um bom censo crítico e aquela de fato não tinha sido minha melhor apresentação.

A.M – Como representante de Pernambuco, o que você tem a dizer sobre suas possibilidades no concurso de Miss Brasil? Você se sente preparada para tal concurso?

L.V – Ganhei o Estadual foi por avaliação durante sete dias, não foi só na hora da apresentação, então de fato estou equilibrada para o Nacional.

A.M – dentre os desfiles que você já fez, deve ter tido algum que você mais se destacou. Qual foi?

L.V – No Musa Brasil 2009, levei 80% dos votos sendo eles anunciados pelos próprios jurados e eu estava concorrendo com a Cíntia Goldacker (Miss Blumenau 2009) que ficou em segundo lugar.

A.M – Qual o melhor momento em sua carreira profissional?

L.M – Agora! Vivo o presente e ele pra mim é sempre o mais importante.

A.M – E o pior?

L.V – Não diria pior, mais sim o mais difícil. O mais difícil é sempre o começo da história que cada um constrói.

A.M – O que você diria hoje para todos que estavam naquela noite do dia 16 de abril no Clube Internacional do Recife, com relação a algumas respostas? Você mudaria sua maneira de responder alguma percunta? Qual ou quais?

L.V – Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim.

Sem dúvida alguma mudaria um pequeno deslize que cometi na resposta por nervosismo e ansiedade, embora tenha corrigido no mesmo momento que decorreu, de qualquer forma às vezes acaba comprometendo a minha imagem para o grande público que não me conhece.

A.M – O que é para você ser a Miss Pernambuco?

L.V – Além de embaixatriz, representante do Estado, fica em minha responsabilidade levar sempre o que Pernambuco tem a oferecer à quem não conhece.

A,M – Ser miss significa mais portas abertas por exemplo?

L.M – Não deixa de ser, você acaba tendo uma visibilidade maior pelo nome que você carrega e pelo seu profissionalismo. Essas características lhes possibilitam de fato algumas oportunidades.

A.M – Fazer a novela Passione da Rede Globo contribuíu para sua vitória no concurso de miss?

L.V – Sim! A candidata tem que ter um bom currículo, referências e histórico que a valorize no mercado da moda, aí você tira, uma pernambucana ir a São Paulo com um contrato fechado, diz se ela tem real potencial ou não.

A.M – O que você diria para quem está começando no mundo da moda?

L.M – Confiança sempre! E objetividade, porque ninguém chega a lugar algum sem saber para onde vai.

A.M – Um ator:

L.V – Tony Ramos.

A;M – Uma atriz:

L.M – Glória Menezes.

A.M – Uma pessoa no mundo da moda que você mais admira:

L.V – Ronaldo Fraga.

A.M – Um livro:

L.M – A Cabana, de William P. Young.

A.M – Um filme:

L.V – O Discurso do Rei, de Tom Hooper.

A.M – Com quem gostaria de se encontrar no Miss Brasil?

L.V – Evandro Hazzy.

A.M – Uma palavra digna de uma miss.

L.V – Honestidade:

A.M – Comida preferida.

L.V – Frutos do mar.

A.M – O que não comeria?

L.V – Buchada.

A.M – O que não pode faltar em sua geladeira?

L.V – Frutas.

A.M – Uma frase:

L.V – Independente do que acontecer, “SEJA FEIZ!”

A.M – Quais projetos para o futuro?

L.V – Muitos! Terminar a faculdade, fazer inglês fora do país, viajar bastante, conhecer novas culturas e me profissionalizar na área que me identifico mais, “Administração Empresarial”.

Fonte: http://noticiasdomundoecuriosidades.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário